Publicado em junho 15, 2017   Categorias: NotíciasLeave a Comment

Lily Allen afirmou à BBC que as figuras que ficam “por trás” fornecidas à polícia e às equipes de fogo revelaram que o verdadeiro número das mortes do incêndio no prédio de Londres já está perto de 150 pessoas. A cantora acusou as autoridades locais de serem desonestas e disse que a mídia estava “minimizando” a tragédia. Ela disse ao Jon Snow do Channel 4 nesta noite:

“Se estamos falando de levar a realidade à vida dessas pessoas, acho que o que as pessoas realmente gostariam é uma contagem mais honesta de quantas pessoas realmente morreram nesta tragédia, quantas pessoas foram mortas”, disse. “Sinto que o governo está tentando gerir o sofrimento das pessoas aqui. Nunca em toda a vida vi um evento como esse, a contagem das mortes foi minimizada pelos principais meios de comunicação.”

Allen, que mora na área, bem perto de onde aconteceu o incêndio, acrescentou:

“Dezessete? Desculpe, mas estou ouvindo das pessoas que a contagem é muito próxima de 150 – e que muitas dessas pessoas são crianças. Estes são números fora do registro que recebi de policiais e de bombeiros.” Ela acrescentou: “Há muita ira aqui em relação ao conselho – como eles lidaram com as preocupações das pessoas que levaram antes e depois do incêndio.”

Mais tarde, após os comentários sobre o trágico incêndio, Lily lamentou que a sua presença no Newsnight tinha sido cancelada:

“Estou triste por anunciar que a BBC Newsnight cancelou o meu concerto de hoje à noite. Eles vão receber alguém da concelho”.

Ainda na quinta, Lily foi vista na parte de fora da academia Bodyism, em Londres, e depois indo embora de lá:

Compartilhe!

    Deixe um comentário

    Disclaimer
    Lily Allen Brasil é um site administrado por fãs e para fãs. Todos os textos encontrados aqui são da nossa autoria, caso não, nós daremos os devidos créditos aos seus donos. Este site não tem fins lucrativos e de nenhuma forma infringe ou tem a intenção de infringir os direitos de qualquer pessoa. Se você quiser que removamos algo, por favor, entre em contato.
    LABR nas redes sociais
    LABR no facebook
    Parceiros