Publicado em Janeiro 27, 2017   Categorias: NotíciasLeave a Comment

Depois de lançar o cover da música “Going To A Town” em protesto contra Donald Trump, Lily Allen têm sido bastante presente em sua conta no Twitter, sempre opinando sobre o novo presidente dos Estados Unidos. Mais uma vez a cantora foi criticada na sequência de uma tomada de posição anti-Trump nas redes sociais, motivada pela partilha de um artigo que a revista Gay Times escreveu sobre o seu último vídeo lançado.

O artigo inclui uma montagem de uma fotografia sua na marcha londrina com um cartaz registado na mesma manifestação onde se lê “Fags hate Trump” [algo como “os maricas odeiam Trump”], tendo a cantora reproduzido este slogan no Twitter.

“Era o que estava no cartaz”, justificou-se a cantora inglesa, recebendo, porém, críticas de membros da comunidade LGBTQ: “Por favor, não nos chames a todos ‘fags’. Alguns não se importam, mas outros sim. Também usarias a ‘N word’ [‘nigger’] coletivamente?”, pode ler-se numa resposta.

Compartilhe!

    Deixe um comentário

    Disclaimer
    Lily Allen Brasil é um site administrado por fãs e para fãs. Todos os textos encontrados aqui são da nossa autoria, caso não, nós daremos os devidos créditos aos seus donos. Este site não tem fins lucrativos e de nenhuma forma infringe ou tem a intenção de infringir os direitos de qualquer pessoa. Se você quiser que removamos algo, por favor, entre em contato.
    LABR nas redes sociais
    LABR no facebook
    Parceiros